Milgauss

Relógio do progresso tecnológico e homenagem ao espírito científico, o Oyster Perpetual Milgauss concilia desde 1956 campos magnéticos de alta intensidade e precisão cronométrica.

Criado para cientistas, engenheiros e técnicos confrontados com campos magnéticos que podem perturbar o bom funcionamento dos relógios mecânicos, o Milgauss foi projetado para suportar interferências de até 1.000 gauss — antiga unidade de medida de indução magnética, que inspirou seu nome — graças a um escudo magnético, patenteado pela Rolex, de proteção do mecanismo. Lançado em 1956, ganhou destaque principalmente ao ser usado por cientistas da Organização Europeia de Pesquisa Nuclear (CERN), situada em Genebra.


Em 2007, foi apresentada uma nova geração deste relógio que remete ao universo científico. As novas modalidades do Milgauss, com diâmetro de 40 mm, contêm toda a competência tecnológica e relojoeira da Rolex e se distinguem, no plano estético, por seu ponteiro de segundos em forma de raio cor de laranja, inspirado no modelo original. Além disso, uma das modalidades é equipada com um vidro de safira verde, inédito na relojoaria.

CAMPOS MAGNÉTICOS


Telecomunicações, indústria espacial, eletrotécnica ou tecnologias médicas são alguns dos setores nos quais a influência dos campos magnéticos é particularmente significativa. Os campos magnéticos exercem efeito considerável no funcionamento dos relógios mecânicos, pois imantam os componentes do mecanismo, especialmente o escape e o oscilador, responsáveis pela precisão do relógio. Dependendo da intensidade e da duração da exposição a um campo magnético, o relógio pode apresentar problemas de funcionamento e até parar de trabalhar. A confiabilidade e a precisão de um relógio mecânico convencional são alteradas por campos magnéticos de 50 a 100 gauss (ou 0,01 tesla, a unidade de medida atual). Para se ter uma ideia, o campo magnético de um ímã comum gira em torno de 200 gauss a 5 mm de distância.



HERANÇA E INOVAÇÃO


A Rolex conseguiu desde 1956 superar os efeitos dos campos magnéticos e criou um relógio capaz de resistir a interferências de 1.000 gauss (0,1 tesla, ou 80.000 A/m), sem abrir mão de seus excelentes desempenhos cronométricos. Várias inovações contribuem para a resistência do Milgauss, verdadeiro concentrado de tecnologia. A principal delas é o escudo magnético localizado no interior da caixa Oyster. Fabricado com duas ligas ferromagnéticas, este escudo envolve e protege o mecanismo. O escudo traz gravado um “B” sobreposto por uma flecha, símbolo do campo magnético. Esta invenção foi patenteada pela Rolex em 1956 e vem sendo aprimorada desde então. A marca também aperfeiçoou os elementos-chaves do mecanismo: desde 2007, o oscilador e a roda de escape são fabricados com materiais paramagnéticos.

O MILGAUSS, CERTIFICADO COMO CRONÔMETRO SUPERLATIVO


Como todos os relógios Rolex, o Milgauss recebe a certificação Cronômetro Superlativo, redefinida pela Rolex em 2015. Este título exclusivo atesta que cada relógio que sai das oficinas da marca passou com sucesso por uma série de testes conduzidos pela Rolex em seus próprios laboratórios e segundo seus próprios critérios. Estes testes de certificação são realizados no relógio completo, com o mecanismo já encaixado, para garantir um desempenho superlativo no pulso em matéria de precisão, impermeabilidade, corda automática e autonomia. O status de Cronômetro Superlativo é simbolizado pelo selo verde presente em cada relógio Rolex, e é acompanhado de uma garantia internacional de cinco anos.



A precisão de cada mecanismo — oficialmente certificado como Cronômetro pelo Contrôle Officiel Suisse des Chronomètres (COSC) — é novamente testada pela Rolex após o encaixe para atender a critérios muito mais rigorosos do que aqueles da certificação oficial. A precisão de um Cronômetro Superlativo Rolex é, assim, da ordem de −2/+2 segundos por dia – o desvio tolerado pela marca para um relógio finalizado é muito inferior àquele admitido pelo COSC para a certificação oficial apenas do mecanismo.



Realizada graças a um equipamento de alta tecnologia especialmente desenvolvido pela Rolex e conforme uma metodologia exclusiva que simula condições reais de uso, mais representativas da experiência cotidiana do cliente, a cadeia de testes de certificação Cronômetro Superlativo, inteiramente automatizada, permite controlar além disso a impermeabilidade, a corda automática e a reserva de andamento de 100% dos relógios Rolex. Esses controles após o encaixe vêm sistematicamente completar os testes de qualificação realizados por ocasião da concepção e da fabricação dos relógios para garantir sua confiabilidade, sua robustez e sua resistência aos campos magnéticos e aos choques.



CAIXA OYSTER, SÍMBOLO DE IMPERMEABILIDADE


A caixa Oyster do Milgauss, com diâmetro de 40 mm e impermeabilidade garantida até 100 metros de profundidade, é um exemplo de robustez e de confiabilidade. Sua carrura é trabalhada em um bloco maciço de aço Oystersteel, uma liga particularmente resistente à corrosão. O fundo com caneluras finas é rosqueado hermeticamente, graças a uma ferramenta especial; dessa forma, apenas os relojoeiros habilitados pela Rolex podem ter acesso ao mecanismo. A coroa Twinlock, equipada com um sistema de dupla impermeabilidade, é firmemente rosqueada à caixa. O vidro é de safira praticamente à prova de arranhões. Totalmente impermeável, a caixa Oyster do Milgauss protege de maneira otimizada o mecanismo que ela abriga.


CALIBRE PERPETUAL 3131


O Milgauss é equipado com o calibre 3131, um mecanismo mecânico de corda automática inteiramente desenvolvido e manufaturado pela Rolex. A arquitetura e a fabricação desse mecanismo, bem como as inovações de que ele se beneficia, lhe conferem seu excelente desempenho em matéria de precisão e confiabilidade.



O oscilador do calibre 3131 é dotado de uma grande roda de balanço com momento de inércia variável, ajustada de maneira extremamente precisa por meio de porcas Microstella de ouro. Ele é firmemente sustentado por uma ponte transversal de altura regulável, que permite um posicionamento muito estável, a fim de aumentar a resistência aos choques.



O calibre 3131 contém uma espiral Parachrom azul, fabricada pela Rolex em uma liga paramagnética. Além de ser insensível aos campos magnéticos, essa espiral apresenta uma grande estabilidade diante das variações de temperatura e permanece até dez vezes mais precisa do que uma espiral tradicional em caso de choques. Ela é munida de uma curva terminal Rolex, que assegura a regularidade de funcionamento em todas as posições, e possui uma roda de escape paramagnética em níquel-fósforo.



O calibre 3131 é munido de um módulo de corda automática através de rotor Perpetual, o que garante uma armação contínua da mola do tambor, fornecendo assim uma energia constante graças aos movimentos do pulso. Ele possui uma reserva de corda de aproximadamente 48 horas.


Acessível unicamente para relojoeiros habilitados pela Rolex, o mecanismo do Milgauss tem acabamento apurado, refletindo as exigências extremamente rigorosas da marca em matéria de qualidade.


PULSEIRA E FECHO: SEGURANÇA E CONFORTO


O Milgauss vem com uma pulseira Oyster de três fileiras em aço Oystersteel. Essa pulseira é equipada com um fecho Oysterclasp desdobrável, projetado pela Rolex, e dispõe do sistema de extensão rápida Easylink, desenvolvido pela marca, que permite ajustar facilmente seu comprimento em cerca de 5 mm, proporcionando maior conforto em quaisquer circunstâncias.

Modelos

Modelos

Conteúdo relacionado